Resenha: A Caçada - Andrew Fukuba


Autor: Andrew Fukuba
Editora: Intrínseca
Ano: 2013
Páginas: 287
Classificação: ★ ★ ★ ★

Sinopse:
Gene é diferente dos outros. Ele não tem a força e agilidade de seus colegas da escola, é imune à luz do sol e não sente uma sede insaciável por sangue. Gene é um "eper", um dos últimos humanos do planeta, e vive disfarçado no meio das pessoas normais. Ele usa presas falsas, raspa todos os pelos do corpo, faz o possível para esconder seu cheiro e jamais abandona sua máscara. Sabe que não deve chamar a atenção em um mundo em que um pequeno deslize pode ser fatal. Mesmo vivendo sozinho há anos, Gene ainda escuta as palavras de advertência de seu pai - Não faça amigos; não pegue no sono durante a aula; não pigarreie; não gabarite as provas, embora sejam um insulto à sua inteligência. Não durma na casa de colegas; não cantarole nem assobie. E ainda; Nunca esqueça quem você é. Ele leva sua vida de acordo com essas regras, determinado a sobreviver. Mas a frágil segurança de Gene é ameaçada por uma terrível surpresa; a Caçada Eper.
Gene precisa escolher entre ser o caçador ou a caça. Não há escapatória - e qualquer erro significa a morte certa.
Logo que vi a sinopse fiquei super interessada por esse livro, apesar de a capa não ter me atraído muito, ainda assim, resolvi dar uma chance para ele e digo uma coisa: não me arrependo!

O interessante neste livro é ver o nosso mundo por uma ótica estranhamente diferente. Os humanos não estão mais no topo da cadeia alimentar, este lugar agora pertencem aos vampiros: criaturas rápidas, poderosas e sedentas por sangue humano. Aqui, diferente de vários outros livros, esses seres não são romantizados. Graças a eles, a raça humana foi quase que completamente extinta, sobrando apenas alguns poucos, dentre esta minoria está Gene.
"(...) Enquanto calço as meias, ouço a voz dele. Os avisos comuns: Não durma na casa de colegas; não cantarole nem assobie. Mas então ouço a regra que ele dizia talvez só uma ou duas vezes por ano. Ele a dizia tão raramente que talvez não fosse bem uma regra, mas um lema de vida. Nunca se esqueça de quem você é. Eu nunca entendi por que meu pai dizia isso. Afinal, é como dizer não esqueça que a água é molhada, que o sol brilha, que a neve é gelada. É redundante. Não tem como eu esquecer quem sou. Sou lembrado a cada momento de cada dia. Cada vez que raspo as pernas ou prendo um espirro ou sufoco uma risada ou finjo desviar da luz, sou lembrado de quem eu sou. Uma pessoa de mentira."
Para sobreviver Gene teve que se adaptar a esta nova sociedade e aprender todos os hábitos vampirescos (que são bem nojentos), mas devido a ter passado boa parte vivendo neste mundo, Gene também acabou esquecendo um pouco da sua humanidade. Na verdade, ele não conhece nem como deveria ser o comportamento humano e dá como certo tudo o que os vampiros fazem (foi uma coisa que me irritou bastante, mas que, ao mesmo tempo, consegui entender).

Tudo está indo bem, dentro do razoável, até que dão início a escolha da Caçada Eper e, azaradamente, Gene é escolhido. Agora o verdadeiro desafio começa. Se ele achava difícil tentar esconder sua verdadeira natureza dentro da escola, imagina só preso dentro de um centro sem poder beber água, tomar banho ou fazer qualquer outra coisa humana? E ainda tendo que "treinar" para matar outros humanos?
"O eper foge sobre mãos e pé, deixando um rastro de sangue atrás de si, e tenta freneticamente encontrar a abertura da porta. Seus olhos são poças de medo e dor febris. Ele está desorientado, cego pelo sangue que lhe cai nos olhos. Em sua confusão. está vindo bem na minha direção. (...)
(...) Ele levanta a cabeça e, por um momento terrível, nossos olhos se encontram. Nunca vou saber se os olhos dele se arregalaram de repente por causa da onda de dor percorrendo seu corpo ou por reconhecimento. Por reconhecer outro eper."
Este foi um livro que verdadeiramente me surpreendeu. Não esperava que a leitura me prendesse até o fim, pois raramente tenho terminado de ler um livro atualmente. Se um livro me irrita ou não consegue me prender, largo logo e vou buscar outra coisa. Por isso olha só a minha surpresa quando devorei 287 páginas quase que num mesmo dia. A leitura simplesmente flui mesmo em cenas que deveriam ser um pouco mais paradas há uma tensão e olha que nem gostei muito de Gene, o protagonista, mas devido a todo o suspense foi impossível desgrudar os olhos das páginas. Sem falar no final que derrubou qualquer forninho e que deixa qualquer leitor maluco pela continuação!



24 comentários:

  1. Moça, leio a maioria dos livros que vc faz resenha. :v mais um pra lista! ~adeus vida social

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico muito feliz em ouvir isso e, aliás, vida social é superestimada, haha

      Excluir
  2. Olá, Daniele. Tudo bem?
    Gosto bastante de romances policiais e pelo que disse esse é mais um que devo ler.
    Já havia visto alguns falando sobre o livro, mas nunca havia parado para ler uma resenha detalhada e o que posso dizer é que fiquei bem surpreso com o que li. Espero ler brevemente A Caçada e vir a gostar tanto ou de uma forma próxima ao que você gostou.
    Até mais. http://realidadecaotica.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não tenho certeza quanto a romance policial, pra mim está mais para uma distopia, mas que realmente me surpreendeu e espero que o mesmo aconteça com você :)

      Excluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  4. Te admiro por ler tantos livros, você deve escrever super bem né? *--*
    Parece bem interessante esse livro :D eu não tenho o costume de ler os desse estilo, quando eu leio é mais romance ou a história de algum filme ou jogo que eu curto.
    É bem interessante mesmo ver uma visão diferente do nosso mundo, principalmente vendo o ser humano, que na nossa visão é o mais "forte e inteligente" em uma situação tão frágil. Você também viu uma similaridade na história desse livro com Tokyo Ghoul?

    Kisses~~
    Blog:ShyandBrave

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. As pessoas sempre me dizem isso, haha
      Acho que entendi a similiraridade que você viu entre Tokyo Ghoul e A Caçada, mas o Gene não é "mestiço" como o Kaneki (ele se passa, na verdade) xD

      Excluir
  5. Hello, Dani!
    Então tu terminou de ler A Caçada primeiro que eu, hein! *-* Amei sua resenha, também achei nojento alguns costumes, por exemplo, eles comendo a carne crua e tal...Arg... Mas eu amei demais toda essa diferença e anomalia, estou irritada com essas distopias da mesmice e da moda. Ainda não terminei A Caçada, mas já amo a história. Que pena que tu não teve empatia pelo Gene, eu tive logo de cara. Isso não é comum, geralmente odeio os personagens principais porque são bonzinhos demais ou irritantes, mas o Gene me ganhou e amo muito essa história!!
    Beijinhos
    http://piecesofalanagabriela.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo com você! As distopias atualmente estão apenas repetindo o que outras fizeram, não tem mais nada de novo, tá um saco '>< Eu não tive empatia com o Gene por causa dos pensamentos que ele tem com seres de sua própria, me irritou muito, mas não é nada que estraga a história e dá pra entender porque ele se comporta desse jeito. Espero que no próximo livro ele esteja diferente, haha

      Excluir
  6. Eu tenho me mantido afastada de livros de vampiros faz um tempo, mas saber que nesse livro o vampirismo não é romantizado já me deu mais vontade de ler. Tive uma overdose de vampiros a um tempo atrás hahaha

    Beeijo
    http://resenhandosonhos.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É bom ver vampiros sendo realmente vampiros de vez em quando ;)

      Excluir
  7. Não gostei muito do livro, pelo enredo, porém amo histórias que contam com vampiro, sou um fã de The Vampire Diaries, acho que posso gostar do livro, acho que vou dar uma chance a ele :DD

    Beijos,
    olivroemquehabito.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Dê uma chance! Tenho certeza que não irá se arrepender :)

      Excluir
  8. Não conhecia esse livro!
    Adoro vampiros que não brilham na luz do sol...kkkkkkk
    Adorei a dica!
    Beijos!
    Gatita&Cia.

    ResponderExcluir
  9. Oi Dani, td bem?
    Legal isso de o protagonista fingir ser um vampiro, bem diferente!
    Prestei atenção nesse livro qnd fui na turnê da editora, eles contando a história foi bem interessante, gostaria de ler um dia msm!
    Bjs
    http://acolecionadoradehistorias.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oii Carol!
      Que bom que você se interessou! :)

      Excluir
  10. Oi Daniele!
    Não conhecia este livro e gostei, o enredo parece mesmo ótimo! Tão bom quando um livro nos prende de repente, né? Bom saber que foi uma boa leitura. Ótima resenha. :)
    beijos ♥
    nuclear--story.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oii Daniela!
      É maravilhoso, ainda mais quando o livro é bom :)

      Excluir
  11. Oi, Daniele!
    Adorei a sua resenha *-* Muito bem escrita! Parece ser realmente uma história muito forte e intensa.
    Não conhecia nem o autor e nem o livro, mas vou dar um a chance a ele.
    http://viciadaporlivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também nunca tinha ouvido falar do autor desse livro, mas assim que li a sinopse me interessei e não me arrependi *-*

      Excluir
  12. Oii Dani, tudo bem???? Adorei conhecer o livro. A capa é muito linda não é? Gosto de histórias de vampiros, desde que não sejam romantizadas hahahahha
    Também ando meio sem paciência para terminar algumas leituras. Devo estar com uns 5 "lendo" lá no skoob kkkk. E quando eu vejo que não vai ter jeito, eu abandono mesmo, sem dó nem piedade kkkkk
    Beijooos
    http://profissao-escritor.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  13. Sempre fiquei muito afim de ler esse livro, achei a sinopse muito interessante, mas sempre vi resenhas negativas e fiquei com medo de comprar, mas agora que vi sua resenha minha vontade voltou com força e vou comprar.

    Beijos.
    Blog Não Vivo Sem Livros

    ResponderExcluir

© Nome do seu Blog - 2016 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design | Tecnologia do Blogger.
imagem-logo