Resenha: Graeme Simsion - O Projeto Rosie

Para se ter a vida de Don Tillman, não é preciso muito esforço. Às terças-feiras come-se lagosta com salada de wasabi (seguindo um roteiro com refeições padronizadas que evitam o desperdício de ingredientes e de tempo no preparo); todos os compromissos são executados de acordo com o cronograma – alguns minutos reservados para a prática do aikido e do caratê antes de dormir; uma hora para limpar o banheiro; três dias da semana reservados para suas idas à feira – e se, apesar dessa programação, algum desagradável contratempo surgir em sua rotina, não há nada que não possa ser solucionado com meia hora de pesquisa científica.

Exceto as mulheres.

Até o momento, a única coisa não esclarecida pelos estudos no campo de atuação de Don, a genética, é o motivo para sua incapacidade de arrumar uma esposa. Uma namorada ao menos? Ou até mesmo uma amiga para somar ao seleto grupo de amigos de Don, formado por Gene, também professor na universidade, e a mulher dele, Claudia, psicóloga e esposa muito compreensiva.


Para solucionar esse problema do modo mais eficaz, Don desenvolve o Projeto Esposa, um questionário meticuloso que irá ajudá-lo a filtrar candidatas inadequadas a seu estilo de vida: fumantes JAMAIS, e mulheres que se atrasam por mais de cinco minutos ou que usam muita maquiagem estão fora dos critérios pouco flexíveis que o levarão à mulher ideal.

O único problema é que um questionário desse tipo exige tempo e dedicação, duas coisas que começaram a diminuir exponencialmente no cotidiano de Don desde que ele conheceu Rosie: fumante, vegetariana e incapaz de chegar na hora marcada. Ou esse era o único problema até Rosie entrar na vida de Don e – despretensiosamente, uma vez que ela nunca se candidatou ao Projeto Esposa – mostrá-lo que a mulher ideal não existe, mas o amor, sim.


O livro é divertidíssimo. Don lembra um pouco o Sheldon e The Big Bang Theory pela falta e traquejo social e suas esquisitices. Logo no inicio da história já nos é apresentado o motivo ele ser do jeito que é, porém Don não se dá conta (mesmo fazendo uma palestra sobre o assunto).
- Você está dizendo que entre os docentes sou a pessoa com maior probabilidade de agir de modo não convencional. E você quer que eu aja de modo mais convencional. Parece um pedido incoerente para se fazer a um cientista.
Uma das coisas mais maravilhosas que achei neste livro foi estar dentro da cabeça e Don, sim, o livro é narrado na primeira pessoa. É simplesmente incrível! Mas enquanto é incrível, também é um pouco triste perceber a forma como as pessoas ao redor de Don lidam com essas diferenças. Gene e Clauia são um caso a parte. Os dois melhores amigos de Don são um amor e aceitam Don exatamente como ele é e o amam por isso.

Don tem uma lista o que acredita ser aceitável em uma mulher e Rosie está bem longe dessa lista. Mas, mesmo assim, desde que conhece Rosie, Don não consegue ficar longe dela e inventa várias razões lógicas do porque ele está saindo tanto de sua programação. 
Se você realmente ama uma pessoa eve estar preparado para aceita-la como ela é. Você poe até esperar que um dia ela acorde e faça aquelas muanças, mas pelos próprios motivos dela.
É muito interessante ver as interações entre Rosie e Don e perceber o quanto eles são os extremos um dos outro. Enquanto Rosie é muito emotiva Don é extremamente racional e mesmo assim, os dois estão em completa sintonia e se encaixam perfeitamente. E é a partir desse relacionamento com Rosie que Don passa a ser mais empático com os outros e a relevar seus defeitos e erros.
Era hora e iniciar o Projeto Rosie.
Engraçado, emocionante e fascinante. O Projeto Rosie é um livro leve, mas que aborda a quebra de paradigmas sociais de forma divertida, mas que são muito reais em nosso dia a dia e que, realmente, nos faz refletir sobre nossas "competências sociais" como Don diria.


4 comentários:

  1. Oie!!!

    Eu adoro este livro ♥ Muito mesmo!!! Você sabia que vai virar filme?? Não vejo a hora de ele chegar nos cinemas.

    Ah! A resenha ficou ótima!! Parabéns. Já tô te seguindo. Amei seu cantinho!!!

    Bjksssssss

    Lelê - http://topensandoemler.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oiii Alessandra!
      Eu soube! Foi por isso que comecei a ler xD
      Também estou louca pra que chegue aos cinemas, quando lia sobre o Don só conseguia pensar no Sheldon, me apaixonei <3
      Obrigada, estou muito feliz que você está seguindo ♥

      Excluir
  2. Já tinha lido a um tempão... Na época eu não assistia The Big Bang Theory(acredite nisso) e não fiz a ligação com o comportamento de Sheldon. Mas parece que agora ficou tudo muito claro para mim. Maior sentido do mundo. Fiquei feliz com a noticia que vai ser filme!! xD

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Morta de empolgada aqui com esse filme, parece que tem vai ter até um segundo livro *-*

      Excluir

© Nome do seu Blog - 2016 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design | Tecnologia do Blogger.
imagem-logo