O Exterminador do Futuro - Gênesis

    



É o quinto filme da série O Exterminador do Futuro, é considerado um reinício para a série de ficção científica, dessa vez dirigido por Alan Taylor . Pra quem não lembra ou não sabe, o primeiro e segundo filme foram dirigidos por Jason Cameron, o terceiro por Jonathan Mostow e o quarto por McG. Todos os quatro filmes da série narram a guerra ideológica e bélica entre os robôs da central de inteligência artificial, Skynet, e a Resistência humana liderada por John Connor, o principal personagem da série.


A história desse quinto filme se passa em 2029, quando a resistência humana contra as máquinas comandada por John Connor (Jason Clarke) descobre que a Skynet enviou um exterminador ao passado com o objetivo de matar Sarah Connor (Emilia Clarke, a Khaleesi de Game of Thrones), mãe de John, antes de seu nascimento. John Connor então decide enviar o sargento Kyle Reese (Jai Courtney) de volta ao ano de 1984, na intenção de garantir a segurança de sua mãe.

Quando Reese chega ao passado é surpreendido pelo fato de que Sarah, já órfã desde os 9 anos (um exterminador teria matado seus pais), foi criada e protegida por outro exterminador T-800 (Arnold Schwarzenegger, que ela chama de "pops" em inglês, um tratamento que serve tanto para pai como para avô e traduzido brasileiramente como "papi".); programado para proteger, não para matar. Educada por um robô, a garota se torna antissocial, entendendo pouco das emoções humanas, mas muito de armas e afins.


(ATENÇÃO! ZONA DE SPOILERS)

Se você assistiu os primeiros 2 filmes dessa série, vai perceber que Gênesis trouxe alguns aspectos do passado mais uma vez recriando momentos icônicos, pra quem realmente se acha fã de cinema, esse apelo nostalgico talvez não seja agradável aos olhos. Mas confesso que pra mim, mesmo que lá no fundo, gostei de ver novamente e relembrar um pouco do meu passado ao lembrar dos antigos filmes. O modelo T-800 (Aquela versão jovem do nosso amigo Schwarzenegger) logo no início do primeiro filme, aborda um grupo de punks para pegar suas roupas e já é nesse contexto que o novo filme se insere. Antes que possa pegar as roupas, o mesmo é impedido pela versão mais velha do mesmo robô, agora chamado de “Papi” como já explicado. O que acontece é que em Gênesis linhas temporais se entrelaçam e colidem, várias realidades são alteradas e tudo isso dá um crédito ao roteiro.

( "I have waiting for you " )

É interessante também ver Schwarzenegger rir de si mesmo com piadas sobre estar velho, "mas não obsoleto". Todavia, se torna um pouco chato os personagens principais frequentemente questionarem as mesmas coisas sobre os nós que acontecem, cada reviravolta e as discussões sobre continuum, linhas temporais, etc.

Da metade do filme em diante, digamos que o novo Exterminador do Futuro é perseguições, tiros, explosões e muita pancadaria. Funciona! Comigo funcionou muito bem aliás, então se você pensa como eu e gosta de filmes que aliam ficção científica e ação com explosões e porradas, Parabéns! Você é um dos meus(risos). Mas... é claro que esse nem chega a ser um dos melhores filmes quando o assunto é efeitos visuais, nem sequer é tão bom como os primeiros dirigidos por James Cameron. Exterminador do Futuro: Gênesis é bastante genérico aí, mostrando algum diferencial apenas quando há o embate do T-800 com o novo modelo T-3000, formado de nanopartículas. É como se o oponente fosse formado de uma nuvem, capaz de se esquivar sem esforço.


Por fim, agrada ao público em geral e também consegue repaginar a franquia nos antigos conceitos da série, além de nos ajudar a entender melhor as linhas temporais que se seguiram. Mesmo sendo uma franquia velha é possível ter um roteiro razoável e com muita ação, um filme que vale a pena assistir; mas que será ainda bem mais atraente nas mãos de um diretor com mais renome, no caso de uma possível continuação da saga, pois nem tudo na vida são tiros e explosões.

Espero realmente que haja uma continuação, que esse filme seja apenas um " I'll be back" e não um "Hasta la vista, baby".


Um comentário:

  1. Olá,
    Não gosto desse tipo de filme, por isso nem me interessei pelo longa em si, mas gostei do post.
    Beijos.
    Memórias de Leitura - memorias-de-leitura.blogspot.com

    ResponderExcluir

© Nome do seu Blog - 2016 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design | Tecnologia do Blogger.
imagem-logo